sábado, 31 de dezembro de 2011

Reflexões Para a Passagem de Ano

Chegamos hoje ao fim de mais um ano. E estamos nos preparando para dar as boas vindas ao Ano Novo, cada um de nós a seu modo e de acordo com o seu estilo de vida. 

Embora para a Astrologia 2012 só começará em Março, com a entrada do Sol em Áries, não posso ignorar a agitação que toma conta de grande parcela da humanidade neste período.
Por isso mesmo quero sugerir-lhe que você reserve algum tempo deste dia para ficar um pouco a sós e refletir sobre tudo que aconteceu em 2011, seja em sua vida particular, seja na coletiva.
Isto é importante para que você possa valorizar e agradecer cada momento feliz, cada conquista e cada avanço em sua jornada evolutiva. 
Por outro lado, também lhe permitirá recordar de frustrações, atrasos e problemas. Mas sugiro que você não o faça  com sentimento de derrota ou tristeza, pois isto não é produtivo, muito pelo contrário. 


O interessante é que você o faça com a intenção de detectar as causas que os acarretaram. 
E, a seguir, disponha-se a ressignificar tais experiências, pois quase sempre a maioria das pessoas leva muito tempo para perceber as importantes oportunidades de evolução e crescimento inerentes às dificuldades vivenciadas.
Este mergulho em seu interior lhe permitirá conectar-se com sua própria essência e ao fazê-lo você poderá resgatar o seu poder pessoal, pois este sempre esteve à sua disposição, ainda que você ignorasse este fato. 


Afinal, como não me canso de repetir, você é um ser de luz e tem o poder de tornar mais claro, alegre, harmonioso, equilibrado, saudável e feliz o mundo em que vive, através de suas vibrações positivas.
A centelha divina que habita em seu interior lhe permite atuar como um (a) agente de co-criação não só da sua realidade, mas também da realidade do mundo em que vive.
E para aproveitar esta oportunidade magnífica é imprescindível que você se empenhe de fato, a cada dia, em tornar-se um ser humano mais consciente e mais evoluído, pois só assim este nosso mundo também evoluirá. Isto porque, ele não é uma abstração, mas a soma de todos nós que o habitamos.
Cabe-me esclarecer que o novo ano será regido pela Lua, que simboliza o princípio feminino.
Isto significa que em 2012 cada um de nós terá a oportunidade de desenvolver e/ou aprofundar a capacidade de interação com o outro, que, por sua vez, demandará a manifestação de características como: sensibilidade, flexibilidade, adaptabilidade, receptividade, bem como aceitação, empatia, tolerância e sincera disposição ao acolhimento e à nutrição afetiva.
Saibamos, pois, em 2012, fluir com o ritmo da vida, imprimindo leveza aos nossos passos, delicadeza às nossas ações e enriquecendo com verdadeiras manifestações de amor incondicional cada relação que mantivermos.
Por isto convido você a fazer hoje a GRANDE INVOCAÇÃO, que diz:
"Do ponto de Luz na mente de Deus, que flua Luz à mente dos homens, e que a Luz desça à Terra.
Do ponto de Amor no coração de Deus que flua amor ao coração dos homens, que Cristo retorne à Terra.
Do centro onde a vontade de Deus é conhecida, que o propósito guie as pequenas vontades dos homens, propósito que os mestres conhecem e servem.
Do centro a que chamamos a raça dos homens que se realize o plano de Amor e de Luz e feche a porta onde se encontra o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra hoje e por toda a eternidade. Amém."

Atenção! Você poderá gostar das mensagens anteriores que fiz para o réveillon, acessando os links abaixo, pois há algumas que trazem contribuições bastante práticas, como por exemplo dicas de aromaterapia, planejamentos e simpatias e até mesmo uma receita  de lentilhas.


http://empowerment21.blogspot.com/2010/12/ano-novo-entrando-em-sintonia-com.html
http://empowerment21.blogspot.com/2010/12/aromaterapia-para-um-ano-novo-mais.html
http://empowerment21.blogspot.com/2010/12/planejando-2011-foco-nos-alvos.html
http://empowerment21.blogspot.com/2010/12/aromaterapia-dicas-de-banhos.html


Aproveito para desejar que seu ano de 2012 seja pleno de amor,  harmonia, saúde, felicidade e, sobretudo, que você tenha muita determinação para vencer desafios e trilhar o caminho da evolução efetiva.
Encerro com 3 vídeos que servem para ilustrar o conteúdo desta postagem, não sem antes de lhe desejar 


O 1º  traz a música "La Forza della Vita", de e com Renato Russo, com legenda em português, que menciona o poder existente em cada ser humano



O 2º traz a música "O Que é o Que é", de e com Gonzaguinha, que eu considero uma verdadeira lição de vida.



O 3º traz a música "Tudo Novo de Novo, de e com Paulinho Moska, que tem tudo a ver com este momento que estamos vivendo hoje.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Tempo de Planejamento e Reestruturação: Lunação em Capricórnio e Outros Trânsitos Astrológicos

Desde o dia 24/12, às16h06min (horário oficial de Brasília- BR), está em vigor o Novo Ciclo de Lunação Capricorniana que se estenderá até o dia 23/01/2012.

Trata-se de um período extremamente favorável à elaboração de planejamentos que visem à reestruturação de determinadas áreas da vida, pois este signo não brinca em serviço. Ele pede determinação, foco, consistência comprometimento e ação efetiva voltada para a otimização de resultados.
Regido por Saturno, o senhor do tempo, Capricórnio simboliza colheita daquilo que você tem semeado. 
Isto significa que este é também um período de testes para suas estruturas de vida, tanto internas quanto externas, pois ser-lhe-ão cobradas manifestações de características como autoconfiança, senso de responsabilidade,  competência e maturidade.

Oportunidade de Crescimento: Autoconsciência e Auto-superação
É muito importante que durante este Ciclo de Lunação você faça uma avaliação objetiva de suas reais capacidades e limitações, visando a transformar em competências e habilidades essenciais suas potencialidades, bem como a corrigir possíveis defeitos e fraquezas, de modo a instrumentalizar-se para atingir seus objetivos e metas mais ambiciosos.
Aproveite as energias deste Novo Ciclo para desenvolver conscientemente qualidades positivas de Capricórnio, tais como: firmeza de caráter, maturidade para distinguir o essencial do supérfluo, engajamento efetivo com objetivos e metas de qualidade, clareza na definição de passos e processos a seguir, autodisciplina, persistência, paciência, exata noção de timing e capacidade de otimizar recursos, materiais e imateriais, disponíveis - todos eles ingredientes fundamentais à formatação de planos criativos voltados para a obtenção de resultados excelentes. 
Sem esses recursos, os mais nobres ideais não passariam de meras fantasias ou esperanças despropositadas.
Nunca é demais enfatizar que você, assim como cada um de nós, tem Capricórnio e Saturno em algum lugar do Mapa Natal. 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Devemos Temer 2012?


Com o título “Devemos temer 2012?”, o vídeo abaixo foi produzido pela revista Personare, tendo em vista as inúmeras informações alarmistas sobre o próximo ano, baseadas no Calendário Maia.
Ele traz o depoimento de 4 astrólogos cariocas – Dimitri Camiloto, Marcia Matttos, Carlos Hollanda  e Rodolfo Veronese -, sobre importantes configurações astrológicas que estarão presentes em 2012.
Na verdade, desde a 1ª postagem deste blog venho alertando para as energias de transformação em curso, apontadas por trânsitos bastante impactantes envolvendo os planetas transpessoais Urano, Netuno e Plutão com os sociais, sobretudo Saturno.
Mas mudanças profundas são necessárias quando todo um estilo de vida entra em desequilíbrio alertando para necessidade de a coletividade humana adotar novos paradigmas para pautar suas relações com o mundo em que vive.
Se nós nos mantivermos abertos (as) às mudanças, saberemos transformar os desafios em excelentes oportunidades de crescimento; afinal, nunca é demais lembrar que o termo crise está associado à ideia de crescimento, portanto é uma questão de bom senso não nos esquecermos disto. 





quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A Hidrelétrica de Belo Monte, o PAC e a falácia da democracia brasileira evidenciada na questão ambiental

Coloco aqui dois vídeos sobre a  hidrelétrica de Belo Monte que merecem credibilidade, pois são muito sérios e bem fundamentados. 


1º vídeo, que você vê abaixo, é da exposição da brilhante antropóloga,  Andréa Zhouri, sobre a real situação da construção dessa usina, que esconde sob a aparência enganosa de um projeto "embasado em estudos técnicos", a voluntariedade do governo e das empresas a ele ligadas. 
E peço que você preste atenção à  emoção desta antropóloga ao encerrar sua apresentação citando o grande Darci Ribeiro, também um mestre antropólogo, com a seguinte frase:

‎"Todos nós brasileiros somos carne daqueles pretos e índios supliciados. Todos nós brasileiros somos por igual a mão possessa que os supliciou. 
A doçura mais terna e a crueldade mais atroz aqui se conjugam para fazer de nós a gente sentida e sofrida que somos, e a gente insensível e brutal que também somos". (Darci Ribeiro)

Cacique Raoni chora ao saber que as obras de Belo Monte foram liberadas pela presidente.  







2º vídeo, cujo link segue abaixo, é parte do documentário "Belo Monte, Anúncio de uma Guerra", feito pela Catarse, mas que ainda não foi finalizado por falta de recursos. Não obstante, o material que já está disponível permite ter uma clara noção dos custos sociais de um projeto como a construção da hidrelétrica de Belo Monte, que simplesmente ignora não só os efeitos ambientais de uma obra deste porte, mas, sobretudo, os impactos nefastos sobre a população local. 

http://vimeo.com/32733074


Aproveito para recomendar também a postagem e os vídeos do link abaixo 

http://empowerment21.blogspot.com/2011/01/em-defesa-da-amazonia.html

Encerro com o seguinte alerta: tenha em mente que o desrespeito às populações ribeirnhas, aos indígenas, etc. também significa desrespeito a cada um de nós, cidadãos e cidadãs conscientes e responsáveis. 

sábado, 26 de novembro de 2011

Novo Ciclo de Lunação em Sagitário: “Navegar é preciso, viver não é preciso”


 Ontem, 25/11/2011, às 04h09min, teve início o penúltimo ciclo de lunação do ano oficial de 2011 a 02° 37’de Sagitário.
Regido por Júpiter, o maior planeta do sistema solar, este é o signo da expansão dos horizontes, portanto está associado á capacidade do ser humano de explorar novas possibilidades, indo além dos limites do que é conhecido e dos caminhos já trilhados, sem medo de ser feliz!
Isto significa que cada um de nós está tendo a oportunidade de se tornar maior e melhor do que tem sido até aqui.
Mas é preciso atentar para o seguinte: embora a vida deva ser vivida com atitude desbravadora coragem, isto requer comprometimento, firmeza de postura foco; caso contrário haverá desperdício de energias e de oportunidades.
Antes de entrar nos detalhes desta lunação, peço que você acesse o link abaixo para ler a postagem, “Lunação em Sagitário: Tempo de Otimismo e Expansão”, que fiz em 2010, pois ela está bastante completa; além disso, aprender a não desperdiçar energia é uma das lições a serem assimiladas onde se tem Sagitário no Mapa (e eu o tenho na casa das comunicações com o meio em que vivo).  

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Lua Cheia: Foco Nos Desafios da Polaridade Touro-Escorpião


“Não há sentido em possuir, seja o que for, em qualquer nível, a não ser que essa propriedade aumente nossa capacidade de resolver o problema que nosso nascimento, por determinação divina, deverá solucionar.” (Dane Rudhyar in Tríptico Astrológico)

Hoje, 10/11/2011, às 18h17min. (Brasília- BR.- horário de verão) ocorrerá a oposição exata entre Lua em Touro e Sol em Escorpião, marcando a fase Cheia do Ciclo de Lunação Escorpiano.

A polaridade Touro-Escorpião trata da questão de valores materiais e imateriais, portanto de temas ligados tanto à fisicalidade e posse (Touro), quanto à finitude e ao desapego (Escorpião). 
Por isso, decidi abrir esta postagem com uma citação do mestre Dane Rudhyar, um dos nomes mais respeitáveis da área da Astrologia, ao referir-se ao signo de Touro em sua obra “Tríptico Astrológico”.
Touro simboliza o mergulho do espírito na fisicalidade, o que lhe dá a oportunidade de aprender a lidar corretamente com recursos em geral. 
Escorpião, por sua vez, simboliza a fusão total com o outro (da qual o ato sexual, com o orgasmo dele decorrente, é sua expressão mais óbvia) e traz o desafio do desapego, sobretudo através do compartilhamento de recursos, bens e valores.
Na verdade todos os quatro signos fixos – Touro, Escorpião, Leão e Aquário - simbolizam concentração de energias e trazem lições ligadas ao uso responsável das mesmas nas diversas áreas da vida humana.
A polaridade Leão – Aquário traz desafios ligados aos usos do poder pessoal e do intelecto e há importantes lições de humildade inerentes a esses desafios. 
Mas vamos ao tema desta postagem: a polaridade Touro–Escorpião. 
Ela traz desafios ligados aos desejos materiais, físicos e emocionais, bem como aos apegos deles decorrentes, pois o ponto central aqui é aprender não só a lidar com recursos, mas também dominar os desejos, sem reprimi-los, evitando cair na armadilha de tornar-se refém dos mesmos.
Parece fácil, mas não é. Há quem consiga desapegar-se serenamente de bens materiais, status, prestígio, etc., mas não consegue praticar o desapego emocional. 
Outros, ao contrário, não têm apego emocional, mas apegam-se à matéria, aos prazeres sensoriais, aos bens conquistados, à riqueza produzida e até mesmo às rotinas cotidianas.
Há ainda quem confunda desapego com descartabilidade, descuido, desperdício e até mesmo destruição; neste caso vai para o extremo oposto e também não consegue sair-se bem diante do desafio simbolizado por essa polaridade, pois negar os desejos ou o valor dos recursos disponíveis e/ou subestimá-los em nada contribui para a evolução da humanidade; muito pelo contrário. 
Na fase Cheia deste ciclo lunar você terá mais clareza sobre o modo como tem usado aquilo que lhe foi permitido conquistar e/ou receber. E isto será vivido no eixo de casas do seu Mapa que abriga a polaridade Touro-Escorpião.

Seja como for, este é um excelente momento para você identificar apegos que precisarão ser abandonados se quiser evitar que a vida fique estagnada na área simbolizada pelo eixo de casas em questão. 
Mas cuidado para não enganar a si mesmo (a), pois neste momento a transparência e a honestidade para consigo e para com os outros serão fundamentais. 
Antes de encerrar quero salientar o seguinte: é importante ter em mente que cada um de nós é responsável pelo uso que faz de recursos em geral, tanto pessoais quanto coletivos. 
E isto abrange os recursos naturais, já que eles são não só compartilhados com todos os seres humanos, mas o serão também com os que ainda hão de nascer, do mesmo modo que nossos antepassados nos legaram as suas criações, conquistas e riquezas.

Atenção! Convém não esquecer que esta é uma fase de colheitas, de modo que se você lançou boas sementes no início deste Ciclo, tenderá  a beneficiar-se de seus resultados positivos.
Sugiro que você leia também as postagens anteriores sobre Touro e Escorpião, cujos links seguem abaixo:













  

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Eis Escorpião, o Signo da Resiliência.


Em 26/10/2011, às17h55min (horário de Verão – Brasília) teve início o novo Ciclo de Lunação que se estenderá até o dia 25/11, a 3º 02 de Escorpião. 
Antes de tudo cabe aqui um alerta: todos nós temos Escorpião em algum lugar do Mapa Natal e mesmo que em seu Mapa não haja nenhum planeta neste signo, ele continuará recebendo a ativação energética desta Lunação, bem como dos demais planetas que estão transitando por ele: Mercúrio e Vênus. Estes, aliás, também estão interagindo com outros planetas e isto repercute em Escorpião e na área de sua vida simbolizada por ele. 
Se o seu Mapa Natal tiver planetas pessoais – Sol, Lua, Mercúrio, Vênus e Marte -, na casa 8 e/ou Plutão envolvido com algum deles e/ou com o Ascendente ou o Meio-do-Céu, sua ligação com Escorpião é maior do que você supõe.
Seja como for, em tempo de Escorpião, você tem a oportunidade de promover transformações significativas na área da vida simbolizada pela casa em que ele está.
Trata-se de desapegar-se do que já não lhe serve ou que já se tornou improdutivo em sua vida, pois Escorpião simboliza uma poderosa energia de autotransformação. Foi esta, aliás, que lhe valeu a designação de “o signo da morte e do renascimento”.
Eu prefiro designá-lo como o signo da resiliência, ou seja, da capacidade de enfrentar e superar crises, saindo mais forte depois de cada uma delas. 
Isto porque em sua melhor manifestação Escorpião não se amedronta diante de adversidades; ao contrário, enfrenta-as com tenacidade e grande determinação, muitas vezes vivenciando experiências do tipo 8 ou 80.
Escorpião é regido por Plutão, o planeta associado ao mundo das sombras e das emoções profundas, e também por Marte, o planeta associado à ação, à assertividade e à busca de conquistas junto ao mundo exterior. Por isso, este signo simboliza ao mesmo tempo o mergulho nas profundezas do ser e a busca deste por realizações que fortaleçam sua autoestima e garantam também o respeito das demais pessoas.
O mergulho interior é necessário para detectar os conteúdos emocionais relegados ao inconsciente: sentimentos, paixões, medos, inseguranças, motivações não reveladas e toda a gama de desejos que agitam o mais recôndito de seu ser.

Mas não é só. Esse mergulho também serve para garimpar dentro de si visando encontrar seus recursos mais valiosos - sensibilidade, intuição poderosa, coragem, força de vontade, firmeza de postura, liderança e poder de cura - e usá-los tanto para a sua evolução, quanto para compartilhá-los com o mundo em que viveAo fazê-lo, experimentará tanto a autotransformação, quanto o prazer de atuar naturalmente como agente da transformação alheia. 
Eu convido você a aproveitar este Ciclo de Lunação para exercitar a auto-observação com o máximo de honestidade possível, pois este é o 1º estágio do processo de autotransformação. 
Trata-se de identificar, assumir e libertar-se de toda e qualquer toxidade emocional, que tem envenenado a sua alma e comprometido o livre fluir com o fluxo da vida.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Resgate da Integridade do Ser: O Caminho Para a Felicidade e para a Paz



Dando sequência às postagens complementares ao signo de Libra - o signo da harmonia do ser humano consigo, com os outros e com o mundo em que vive - e aproveitando o fato de hoje, 03/10/2011, ser o dia escolhido para a prática consciente da gentileza, transcrevo aqui o artigo "Evoluir Para Ser Feliz ... Ou Ser Feliz Para Evoluir?"  

Sua autora, Vera Saldanha, é psicóloga, doutora em psicologia transpessoal pela UNICAMP e presidente da ALUBRAT -  Associação Luso-Brasileira de Psicologia Transpessoal, uma área da psicologia que leva em consideração também dimensões extra-físicas da existência (transpessoal). Tem grande afinidade com a física quântica e também com a abordagem espírita, particularmente no Brasil.

A ALUBRAT tem como presidente in memorian o Pf. Dr. Pierre Weil, criador, em 1989, da UNIPAZ - Universidade Holística Internacional de Brasília -, cujo conceito teve origem em Paris, mas coube ao Brasil o pioneirismo de implantar a primeira Universidade deste tipo, com a criação, em 1987, da Fundação Cidade da Paz no Distrito Federal. 
Nunca é demais lembrar que o termo holismo, deriva do radical grego holos que significa inteiro, pleno.
Pierre Weil concebeu os diversos programas educativos da UNIPAZ abordando e integrando os 3 pilares básicos para o estabelecimento de uma verdadeira cultura de paz:
A Paz Interior (Ecologia e Consciência Individuais).
A Paz com os Outros (Ecologia e Consciência Social).
A Paz com a Natureza (Ecologia e Consciência do Universo)


Embora eu não tenha nenhum vínculo com a UNIPAZ ou com a ALUBRAT, divulgo aqui os trabalhos desenvolvidos por seus membros, pelo fato de ter total afinidade com este tipo de abordagem.

Compartilho da ideia de que o autoconhecimento é fundamental para o resgate do poder pessoal (empowement). Este, afinal, é o único poder efetivo, pois o ser humano pode mudar o mundo através das mudanças que faz em sua vida.
Assim sendo, é preciso ter consciência de que a humanidade só desenvolverá plenamente a cultura da paz quando cada ser humano tiver resgatado a sua integridade, pois é daí que advém a paz interior e, por extensão, a paz entre as pessoas e destas com a natureza e com o Universo.


EVOLUIR PARA SER FELIZ... OU SER FELIZ PARA EVOLUIR?


Por Vera Saldanha

A busca da felicidade é uma tônica constante na vida de todo ser humano.

Quase todas as nossas ações são permeadas pelo desejo de encontrar a felicidade, até mesmo aqueles voltados para a espiritualidade, pois é o bem-estar e o conforto que advêm da fé, que nos torna cada vez mais fervorosos.
No âmbito social os políticos engendram seus discursos com a promessa da realização dos desejos que vão ao encontro da felicidade almejada pelo cidadão.
O consumismo é estimulado muitas vezes não pela qualidade em si do produto a ser vendido, mas pela fantasia da felicidade que ele traz colado em si. O que nos seduz não é exatamente o vestido, a camisa azul, ou o aroma do perfume, ou o sabor da cerveja, mas o charme que o azul pode despertar em nós ou no outro; a imagem elegante, conquistadora que aquela marca de perfume mostra aos nossos olhos, ou a alegria da companhia, do sol e da praia que a cerveja sugere!
Tão profundamente conhecedora desta natureza hedônica no ser humano, as grandes tradições religiosas, também dela sempre se valeram em seus mitos e dogmas tais como o do “Paraíso Perdido”. Quem de nós, não ouviu falar de “sofrer na terra” para ser feliz no céu ou abdicar dos bens materiais e herdar a riqueza do divino.
Na literatura infantil a fada madrinha e sua varinha mágica tornam a vida do príncipe, da princesa e de todo reinado, felizes para sempre.
Mas... afinal... que felicidade é esta? Tão milagrosa, soprada pelos ventos de fora, trazidos pelo outro, pela riqueza, pela fada, pelo príncipe!
Observamos então a humanidade caminhando incessantemente, cada vez mais rápida, cada vez com mais desejos e necessidades para encontrar esta tal felicidade; entretanto o semblante das pessoas cada vez mais pesado, os sorrisos escassos, e a infelicidade na ordem do dia seja no noticiário, na vida cotidiana, no encontro entre as pessoas.
Entretanto parece que esta visão milagrosa da felicidade é um grande equívoco, acreditar que ela venha de fora do indivíduo, que é preciso sofrer, ter muito dinheiro para depois então poder “adquirir” a felicidade. Ver a felicidade como um bem de consumo, algo de fora para dentro. Confundir a natureza do Ser inerente com o ter circunstancial e perene.
A felicidade autentica é um estado do Ser independe do ter, do fazer ou receber. É algo intrínseco a subjetividade, ao essencial. Pode sim ser despertada, estimulada, fortalecida e até mesmo construída a partir da sua própria essência, mas há que se ter a consciência desta centelha interna.
Seres de notável espiritualidade mantêm perenemente um estado de felicidade, simplesmente por se perceberem como parte do Todo. Por terem naturalmente em si a alegria da gratuidade, em dar amor, atenção, carinho e cuidados ao outro. Por sentirem em si a existência humana como uma expressão divina da Vida.
Os antigos essênios, que viveram na época de Cristo, afirmavam que a alegria é o sinal da presença de Deus no ser humano, é o entusiasmo. Para Filon de Alexandria estar triste é estar separado do Ser, é esquecer a realidade divina, é dar muita importância àquilo que não É Verdadeiro e divino.
O Dalai-Lama com um sorriso constante, afirma que seu primeiro sentimento ao acordar é o de gratidão, de felicidade, por mais um dia que ele está vivo no planeta Terra, e pode seguir então sua missão de partilhar saberes e alegria.
Hoje mesmo no âmbito da economia já se cogita a reavaliação do conceito do PIB (Produto Interno Bruto), ou até sua mudança, incorporando o processo do FIB (Felicidade Interna Bruta).
Felicidade Interna Bruta (FIB) é um indicador de progresso que inclui em sua abordagem aspectos sociais, culturais, ecológicos, psicológicos e espirituais. Sugere um programa de mudanças social e economia, baseada na premissa de que o desenvolvimento deve promover a felicidade como meta principal.
Um aspecto relevante do FIB é o seu pressuposto de que a autêntica evolução da sociedade humana só se dá quando o desenvolvimento material e o espiritual ocorrem lado a lado complementado-se e reforçando-se um ao outro.
Estudos em neurociências, evidenciam a importância da felicidade para se aprender melhor, ser mais saudável, ter mais saúde. A psicologia positiva mostra pesquisas na área da felicidade como um fator de cura dos males da mente e da sociedade. Evidencia que o grau de felicidade é diretamente relacionado à auto-estima, e que o individuo que é feliz conquista o sucesso mais facilmente, mas que o oposto nem sempre é verdadeiro.
Na abordagem Transpessoal os estudos mostram que a felicidade é um estado de conexão entre a dimensão pessoal e a divina e que experiências de felicidade genuína promovem a emergência de valores positivos como verdade, bondade entre outros.
Em nosso mundo contemporâneo é fundamental cada vez mais olhar para a felicidade autêntica, mais do que um Planeta de expiação estamos caminhando para um momento de regeneração e evolução na Terra.
A conexão com a felicidade genuína, autêntica permite a libertação de múltiplos desejos, do joguete dos dramas e sofrimentos da alma. É uma reorientação dos sentidos, é ter a clareza da finalidade do ser e estar feliz.
O estado de felicidade nos leva diretamente a este olhar mais amplo, a uma percepção maior e melhor, caridade para conosco e com o próximo. É um antídoto para os mais diferentes tipos de obsessão, compulsões e adicções.
Além disso este estado feliz nos coloca certamente em contato com as esferas celestiais, com nossos protetores espirituais; nos permite abrir o coração para ensinamentos superiores que nossa razão não consegue alcançar.
Promove relações mais harmoniosas, nos faz olhar de frente para o próximo como nosso irmão, não permitindo que fatores externos nos tirem de um estado de felicidade, de simplesmente ser, Ser humano, ser Vida, ser evolução.
Não é o que acontece fora de nós que nos fará mais ou menos felizes, mas certamente a forma como lidamos com as circunstâncias, os fatos. Todos os eventos de nossa vida em última instância estão sempre a serviço de nossa evolução, portanto se cultivarmos a felicidade interior, conectaremos com maior profundidade e sabedoria o sentido de cada evento.
Assim deixamos hoje um convite e reflexão a todos:
- Ser feliz... pode ser um caminho para Evoluir..
Vera Saldanha, Psicóloga e Doutora em Psicologia Transpessoal, presidente da ALUBRAT - Associação Luso-Brasileira de Psicologia Transpessoal.
Aproveito para inserir aqui dois links. 
O primeiro é para a notícia "Movimento Mais Feliz comemora resolução da ONU que reconhece a felicidade como uma questão de Estado", publicada no site Mercado Ético, do portal Terra; nela há também menção ao movimento que está tomando forma legal no Brasil visando enquadrar a felicidade dentro do âmbito de políticas públicas, a exemplo do grande feito iniciado em Butão e que está se espalhando mundo afora.
 http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/movimento-mais-feliz-comemora-resolucao-da-onu-que-reconhece-a-felicidade-como-uma-questao-de-estado/#.TiiwC5m_ODI.blogger
O segundo é para o trailer do  filme "Eu Maior" idealizado pela Associação Dobem, uma organização do terceiro setor, comprometida com o desenvolvimento integral do ser humano e deste com o mundo em que vive. 
Trata-se  de um documentário sob a forma de entrevistas com 100 minutos de duração. Nele diversas personalidades que se destacam em suas respectivas áreas de atuação discutem questões existenciais básicas, como por exemplo, qual o sentido da vida. Cada entrevistado define seu conceito individual de autorrealização e felicidade e acessando o link abaixo, além do trailer você poderá assistir a trechos de entrevistas já gravadas. 
Encerro com um vídeo com a gravação de "Imagine", de John Lenon, que integra o belíssimo projeto musical "Playing for Change". Este também tem uma abordagem holística, pois agrega músicos de todo mundo usando a música como fator de união entre as pessoas e, consequentemente, da paz no mundo. 


   
Rosa Maria Pacini - Consultoria Astrológica e Holística.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Dinamização de Libra: Tempo de Cultivar Suas Relações, Sobretudo as Afetivas

Ontem, 28/10/2011, analisei a movimentação planetária deste momento, dando destaque ao Novo Ciclo de Lunação em Libra, o signo das relações em geral, mas em particular, das parcerias afetivas. 
Hoje posto 6 links que remetem a matérias ligadas a temas librianos. Meu objetivo, aqui, é estimular reflexões sobre a simbologia deste que é o 1º signo social do zodíaco.
 E como Libra é o signo do equilíbrio mesclo aqui 3 links para matérias sobre relações afetivas e 3 para matérias sobre outros tipos de parcerias.  
O 1º deles remete ao  artigo "Óleos Essenciais Afrodisíacos" publicado na revista do site Personare. É uma matéria sobre o uso da aromaterapia para aquecer a relação. 
http://www.personare.com.br/revista/amor/materia/1491/oleos-essenciais-afrodisiacos&currentPage=2
Penso ser importante tomar esses cuidados, pois é preciso cultivar a relação como se ela fosse efetivamente uma planta: plantá-la em solo fértil e adequado, nutri-la, regá-la, tirar as folhas secas e aparar as arestas para que se transforme em sempre viva, mesmo que seja de outras espécies. 


Aliás, sobre isto há também uma postagem aqui no blog com o título "Aromaterapia para o Amor", cujo link segue abaixo: 
 O 2º  link remete a uma matéria publicada na seção Equilíbrio e Saúde do site da Folha, cujo título é: "Amor acaba antes da crise dos sete anos". Nela há dados de pesquisas quantitativas demonstrando que o amor acaba em cerca de 3 anos. 
Eu não estou endossando esta tese, mas considero importante refletir sobre ela, pois em meu entender as pessoas confundem amor com atração e até mesmo com projeções, como assinalei na postagem de ontem ao mencionar o conceito de espelhamento. 
Sinceramente, penso que as pessoas evoluem em ritmos e direções diferentes, de modo que aquilo que as uniu em determinado momento, deixou de existir em outro. Neste caso, só há duas opções saudáveis: 
Ou ambas reinventam a relação, estruturando-a a partir de novas bases e comprometendo-se efetivamente com elas.
Ou cada uma segue o seu caminho, consciente de que esta é a melhor solução para ambas. 
Isto é agir com maturidade e responsabilidade. Isto é ter respeito por si e pelo outro. Isto é ter inteligência emocional.
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/926135-amor-acaba-antes-da-crise-dos-sete-anos-dizem-estudos.shtml


O 3º link remete a um vídeo temático intitulado "Idioma Amor". Sensível, ele faz parte do "Projeto Jubileu", do canal TBM brands. 

O 4º, o 5º e o 6º links remetem a outros tipos de relações, que são igualmente importantes na vida de todo ser humano. 
O 4º link remete a uma matéria publicada no site da revista Mente e Cérebro. Nela há dados de uma pesquisa feita, na Holanda, por dois psicólogos com 15 equipes formadas por homens e mulheres.

O objetivo era testar a criatividade apresentada por essas equipes aos desafios apresentados. A conclusão foi que a presença equilibrada de pessoas de ambos os gêneros em grupos de estudo e de trabalho favorece a criatividade e a ética.
Ou seja, os psicólogos provaram que a sinergia gerada pela união de esforços de pessoas dos dois gêneros em um mesmo grupo supera os resultados obtidos em grupos formados por pessoas de um só gênero.
Assim sendo, embora homens sejam de Marte e mulheres de Vênus, a pesquisa provou que eles conseguem excelentes resultados quando estão unidos pelos mesmos objetivos. 
http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/homens_e_mulheres_sao_mais_criativos_juntos.html 
O 5º refere-se a uma matéria publicada no site da Revista psique, do portal Ciência e Vida.
Com o título "Treinamento em habilidades sociais", o artigo  aborda a questão da assertividade (Áries) e da sociabilidade (Libra). 
Trata-se de um artigo, muito bem fundamentado e que tem tudo a ver não só com a postagem de ontem, 28/09/2011, mas com todas as postagens sobre Libra e Áries existentes neste blog. 

 6º, com o qual encerro esta postagem, conduz a um vídeo temático denominado "O Time". Ele faz parte do projeto "Fazer a Diferença", também do canal TBM brands e demonstra a importância de se atuar em uma equipe unida. 
Rosa Maria Pacini - Consultoria Astrológica e Terapêutica Holística