sexta-feira, 2 de abril de 2010

Refletindo sobre a Sexta-feira Santa

Recebi esta imagem via e-mail sob o  título: "Hoje é Um Dia Muito Especial!". Simplesmente isso. Como  sou uma mulher de fé, eu senti que tudo o que importava estava traduzido nesta  imagem. 
Em vez de a Crucificação, a mensagem traz a imagem de Jesus, num local arborizado e florido, cercado de crianças, uma das quais em seu colo. É um Cristo cheio de vida, que transmite amor, proteção e serenidade em toda a sua expressão.


Isto me fez refletir sobre a motivação subjacente às instituições religiosas que insistem em nos manter expostos, ano após ano, à imagem de a crucificação. Ainda que o objetivo seja "rememorar o sofrimento de Jesus" e o seu sacrifício pela humanidade, sinto que há, nesses dias, a ativação de uma profunda culpa que permeia o inconsciente coletivo; culpa essa que emerge poderosa sobretudo  na consciência de pessoas mais sensíveis.

Ora, Cristo, já na Cruz, pediu ao Pai que perdoasse seus algozes, então por que nós, seres humanos, temos que reviver esta cena de sofrimento, por que temos que entrar na sintonia vibratória do lado escuro da humanidade - sentir culpa,  tristeza,  remorso, constrangimento e medo da punição -, em vez de nos sintonizarmos com a energia amorosa de Cristo salvador
Se Cristo encarnou com a missão de nos redimir, ele sabia que passaria por todo esse calvário. Fazia parte de seu script, mas não precisa fazer parte do nosso! E aqui está toda a diferença!

Cabe, pois, a nós fazermos de tudo para que o sacrifício de Cristo não tenha sido em vão. Se nós nos mantivermos na frequência vibratória de sentimentos e emoções negativos, nós nos tornaremos cada vez mais frágeis e mais passíveis de atrair energias pesadas para nossas vidas. E isto em vez de nos aproximar de Cristo nos afastará dele.


Cristo é amor e toda a doutrina cristã se resume no mandamento "Amar a Deus sobre todas as coisas.E ao próximo com a ti mesmo". Esta é a grande lição de Cristo, este é o grande desafio que nos foi colocado por Ele, mas é nisto também que reside o verdadeiro poder do ser humano. Só quando formos capazes de  amar incondicionalmente a nós mesmos, com defeitos e qualidades, estaremos reverenciando o Deus que habita em nosso interior. 
Ao fazê-lo também estaremos prontos para amar o próximo, com verdadeira aceitação, empatia e compaixão, segundo o exemplo que Jesus Cristo nos legou.


Encerro deixando para você ovídeo com a música "Jesus, Alegria dos Homens", obra-prima de Bach, na voz da soprano norueguesa Sissel Kyrkjebø.



4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. EU TBM NÃO GOSTO DESTA SEMANA EM QUE LEMBRAMOS DE TODA DOR QUE CRISTO PASSOU E FOI POR NÓS COM CERTEZA.

    ELE TEM UMA LINDA HISTÓRIA, COM TODOS OS RICOS ENSINAMENTOS QUE SÃO TÃO LINDOS.

    A SEMANA SANTA É MUITO TRISTE, MAS A IMPORTÂNCIA MAIOR É DE LEMBRARMOS O SIGNIFICADO DE TUDO QUE EXISTE EM SUA CRUXIFICAÇÃO DESDE A TRAIÇÃO, POIS ATÉ NA BIBLIA ESTÁ ESCRITO: INFELIZ DO HOMEM QUE CONFIA NO PRÓPRIO HOMEM, COMO TAMBÉM QUE O AMOR DE CRISTO, SUAS PREGAÇÕES E SEUS MILAGRES FORAM IGNORADOS PELOS SARCEDOTES.


    CREIO QUE AS GERAÇÕES QUE ESTÃO CHEGANDO TEM QUE TER CIÊNCIA DE TUDO QUE OCORREU, POIS ELE É O MESMO ONTEM, HOJE E SEMPRE, POR ISSO A IMPORTÂNCIA DE TORNAR VIVO A CADA ANO A EXISTÊNCIA DO FATO MAIS MARCANTE EINESQUECIVEL DA HISTÓRIA.

    O IMPORTANTE É TER ISSO BEM PERTO DE CADA SER HUMANO QUE ACABA DE NASCER PARA QUE VIVA E CRESÇA SABENDO QUE O MELHOR AMIGO DO HOMEM É DEUS.!

    E QUE ELE DEIXOU NA BILBIA SAGRADA O SEU TESTAMENTO PARA NOS ENSINAR A VIVER E VENCER.

    DEUS OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR DEIXOU PARA NÓS.!

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso!!!!
    Tem razão Rosinha..devemos reviver este momento exaltando a prova de amor real e verdadeiro..incondicional e vivo de Jesus Nosso Elo..nosso Deus..nosso Amigo..sempre!!!
    Deus Seja Louvado!!!
    (emocionada aqui)...:)

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, MI, mais uma vez, pelo carinho de sempre, viu?
    Muitos beijos, minha querida amiga. <3

    ResponderExcluir